Logotipo do Blog do Centro de Restauração de Imagens

Significados e origens dos sobrenomes persas

Emily Hutton

Os sobrenomes são um conceito relativamente recente no Irã, mas têm raízes que remontam ao nascimento do império persa. Nos tempos antigos, o Império Persa se estendia do Egito à Turquia e da Mesopotâmia ao rio Indo. Assim, os sobrenomes iranianos modernos são influenciados por uma ampla gama de idiomas e culturas. 

Neste artigo, veremos os sobrenomes iranianos mais comuns, bem como sua história e origens.

História dos sobrenomes iranianos e persas

Durante séculos, a convenção de nomenclatura tradicional no Irã era adicionar qualquer número de prefixos ou sufixos a um determinado nome.

Por exemplo, vejamos um nome persa completo que usa um prefixo: Hajji Mir Zabid Ali. O nome dado, neste caso, é Zabid Ali. Mir significa “um mestre”, uma contração de Amir que significa “príncipe”. o prefixo Hajji é uma indicação de que essa pessoa completou a peregrinação a Meca. Portanto, embora o nome original dessa pessoa fosse Zabid Ali, ele teria ganhado os dois nomes adicionais posteriormente.

Vejamos outro exemplo usando um sufixo: Arash Tehrani. O nome dado aqui é Arash enquanto Tehrani significa que essa pessoa veio de Teerã. Isso pode indicar que a pessoa se mudou de Teerã para outra área. Muito parecido com o exemplo acima, esse nome foi adicionado posteriormente. Assim, era comum que os iranianos adquirissem vários nomes ao longo de suas vidas.

Em 1919, o primeiro-ministro Vossug ed Dowleh introduziu o conceito de sobrenomes legais por meio da Organização Nacional de Registro Civil. O objetivo de sua fundação era provar a identidade e cidadania de cada cidadão iraniano por meio de documentos oficiais. 

A convenção tradicional que adicionava novos nomes ao longo do tempo não era propícia a essa missão e, portanto, essa prática era desencorajada. Embora ainda não seja obrigatório, muitos iranianos pararam de adicionar afixos aos seus nomes.

Em 1925, Reza Shah aprovou uma lei que tornava os sobrenomes obrigatórios. Embora a própria convenção de nomenclatura tradicional não tivesse mudado tecnicamente, os afixos existentes eram considerados sobrenomes legais. Por exemplo, se você se chamava Amir Hussein Bahramzadah, então Bahramzadah seria seu sobrenome legal, enquanto Amir Hussein seria seu primeiro nome.

Origens dos sobrenomes iranianos

Nos tempos antigos, o Império Persa abrangia muitas regiões onde se falava uma infinidade de línguas diferentes. Cada uma dessas áreas tinha suas próprias convenções de nomenclatura, que se espalharam por toda a Pérsia. 

Com o passar do tempo, as fronteiras mudariam devido a guerras e invasões. Muitas das principais civilizações antigas, como os gregos, turcos, árabes e mongóis, tiveram uma forte influência na cultura persa por meio dessas escaramuças. Assim, cada uma dessas culturas influenciou a língua iraniana e as práticas de nomenclatura. 

Antes que os sobrenomes fossem obrigatórios, a origem mais comum de um nome são os laços familiares, como um filho carregando o nome do pai. No entanto, os nomes persas têm muitas fontes diferentes. Vamos dar uma olhada nas diferentes origens dos sobrenomes no Irã:

Ocupacional

Estes são sobrenomes persas que conotavam uma determinada ocupação combinada com o título da profissão, usando o sufixo -eu. Abaixo estão alguns exemplos desse tipo de sobrenome:

  • Tabibi: Significado “doutor”
  • Kalantari: Significa “xerife”

geográfico

Os sobrenomes persas que denotavam uma origem geográfica geralmente usavam o nome do vilarejo, vila ou cidade de origem do indivíduo, combinado com o sufixo -eu. Abaixo estão exemplos de sobrenomes geográficos:

  • Esfahani: Da cidade de Isfahan
  • Teerã: Da cidade de Teerã
  • Khomeini: Da cidade de Khomeyn

Isso também pode ser formado usando o nome do local de origem mais o sufixo –abadi que significa “aldeia”, como:

  • Ahmadabad: Possivelmente da aldeia Pare Ahmad
  • Soltan Abadi: A aldeia Soltan Gah

Alguns também usaram o sufixo -nejad, que significa “raça”. Isso inclui:

  • Ahmadinejad: Ahmadi, possivelmente significando “de Ahmad”, mais o sufixo –nejad
  • Abbasinejad: Abbasi, que significa “de Abbas”, mais o sufixo –nejad

Atributivo

Os sobrenomes persas que usam essa convenção de nomenclatura tinham adjetivos ou substantivos como raiz e normalmente descreviam as qualidades da pessoa que carrega o nome. A raiz pode ser de origem persa ou árabe.

Adjetivo como raiz

Adjetivos usados em sobrenomes normalmente descrevem qualidades desejáveis. Por exemplo, alguém que era particularmente piedoso poderia ter sido chamado de Zahedi, um nome persa comum que significa “devoto”. Alguém conhecido por compartilhar sua riqueza com a comunidade poderia ter recebido o nome de Karimi, que significa “generoso”. 

Substantivo como raiz

Quando os persas escolhiam nomes, geralmente preferiam palavras que soassem bonitas ou tivessem conotações positivas. Esta palavra foi então combinada com o sufixo -eu, significando que a pessoa teria essa qualidade. 

Por exemplo, Golesorkhi significa “rosa”, então a pessoa que recebeu esse nome poderia ser bonita. Outro exemplo é o nome Ganji, que significa “tesouro” – pode ter sido dado a uma pessoa de grande importância. 

Parental

Certos nomes sinalizavam que a pessoa era de uma certa árvore genealógica ou nascida de um determinado casal. Como a maior parte do mundo, esses nomes são tipicamente patronímicos ou derivados do nome do pai. 

Existem várias maneiras de um sobrenome se referir à linhagem de alguém. Abaixo estão alguns dos mais comuns:

  • Aryanpur: Usando o sufixo -pur, que significa “filho de ariano”
  • Ashoorinia: Usando o sufixo -nia, que significa “ancestral de Ashoori”
  • Alavitabar: Usando o sufixo -tabar, que significa “da família de Alavi”
  • Farrokhzad: Usando o sufixo -zad, que significa “nascido de Farrokh”

Linguagem

Sobrenomes usando os sufixos -yan ou -ian geralmente são armênios. No entanto, certos nomes com esses sufixos são de origem persa. Isso depende da palavra raiz. 

Por exemplo, o sobrenome Beheshtian é um nome persa, como behesht é a palavra persa para “paraíso”. Da mesma forma, o sobrenome Nojumyan também é de origem persa como a raiz nojum significa "astronomia" em persa.

Os nomes armênios podem ser identificados porque usam uma palavra de raiz armênia. Sobrenomes como Stepanyan e Kaputikian são exemplos disso. Steppan é a versão armênia do nome Stephen, enquanto Kaputikian pode ter sido derivado da palavra armênia kapuyt, que significa “azul”.

Literatura

Outra fonte de sobrenomes persas é a literatura - especificamente, o Shahnameh ou “Épico dos Reis”. Foi concluído no século IX pelo poeta iraniano Hakim Abul-Qasim Mansur, mais tarde chamado de Ferdowsi Tusi. 

Muitos persas adotaram nomes desse texto como forma de mostrar orgulho de sua história e cultura, pois foi escrito em persa em uma época em que as fronteiras e a influência do Irã estavam diminuindo. O “Épico dos Reis” é creditado por muitos por ter trazido a língua e a cultura iraniana de volta à vida. 

Prefixos de sobrenome, sufixos e seus significados

Sufixos como -y, -i ou -ee são comuns na Pérsia. As convenções de nomenclatura persas também costumavam usar um prefixo como significantes adicionais para nomes próprios. Por exemplo, no sobrenome Kiarostami, kia- é um prefixo que significa “defensor” ou “rei”. Outro exemplo é Miramadi – o prefixo é Mir-, que significa “mestre de”.

Curiosamente, um afixo pode mudar de significado dependendo se foi usado como prefixo ou sufixo. Por exemplo, a palavra mirza poderia ter sido uma indicação de uma pessoa de descendência real ou usada como um sinal de respeito. Aqui estão dois exemplos:

  • Mirza Ghalib: Usado como prefixo, mirza denota um sinal de respeito. Mirza Ghalib foi um renomado poeta urdu, servindo como tutor de poeta para Bahadur Shah Zafar e seu filho mais velho. 
  • Iskander Ali Mirza: Usado como sufixo, mirza descendência real indicada. 

 

Sobrenomes iranianos comuns

Existem muitos sobrenomes persas com belos significados e origens antigas. Embora não possamos mencionar todos eles, aqui estão alguns dos sobrenomes mais comuns no Irã. 

eles, aqui estão alguns dos sobrenomes mais comuns no Irã. 

Sobrenome

Significado 

Maomé

Sobrenome mais popular no Irã que significa “descendente do profeta Maomé”

Hosseini

Forma persa de um sobrenome originalmente árabe que significa “retidão” ou “beleza”. Segundo sobrenome mais popular no Irã

Ahmadi

Sobrenome árabe que significa “descendente de Ahmad”. Terceiro sobrenome mais popular no Irã 

Todos

Elevado, alto ou exaltado. Um nome árabe e um dos nomes de bebês persas mais populares

moradi

Nome de família que significa “descendente de Morad”

Heydari

Forma persa de um sobrenome originalmente árabe que significa “leão”

Karimi

Sobrenome que significa “descendente de Karim”. Alternativamente, um antigo sobrenome persa de um famoso clã mercantil de Karima. Também poderia ter sido derivado de “Kareem”, um nome árabe para pessoas de ascendência árabe

Mousavi

Forma árabe que significa “descendente de Musa” ou um sobrenome que significa “de Mosavi”, uma vila no Irã.

jafari

Um sobrenome que significa “descendente de Jafar”. Ja'far al-Sadiq foi um famoso estudioso muçulmano.

Maomé

Significa “descendente do profeta Maomé”. Também um dos nomes de bebês persas mais populares

Derramar

Sobrenome iraniano derivado da palavra pur significa "filho"

Ghasemi

Sobrenome persa derivado do primeiro nome Ghassem ou Ghasem

Rahimi

Forma persa de um sobrenome originalmente muçulmano que significa “descendente de Rahim”

Ebrahimi

Sobrenome iraniano que significa “descendente de Ebrahim”. Também poderia ser uma forma persa do nome bíblico Abraão

sadeghi

Sobrenome iraniano que significa “honesto”

abási

Sobrenome persa que significa “descendente de Abbas” ou nome de família que reivindica descendência dos califas abássidas

Gholami

Forma persa da palavra árabe ghulam, que significa “servo”, “assistente” ou “menino”

Aliyeh

Sobrenome persa que significa “bem-nascido”. Também um dos nomes de bebês persas mais populares 

Mirza

Forma persa da palavra árabe que significa “príncipe” 

Zare

Forma persa de um sobrenome árabe. Derivado da palavra árabe zari, que significa “camponês cultivador” 

Sobrenomes derivados de títulos

Alguns sobrenomes vieram de títulos para descendentes da realeza ou indivíduos respeitados.

Sobrenome

Significado

Khan

Sobrenome persa de origem turca e mongólica. O título “Khan” refere-se a um chefe ou governante.

Mulá

Sobrenome mais comum no Afeganistão. Um título dado a líderes religiosos. De mulla, que é persa para “erudito”

Agha

Derivado de āghā que significa "mestre", "senhor" ou "chefe" em persa 

Palavra persa que significa “rei”

Ustad

Da palavra persa ostâd, que significa “mestre”. Título usado para um mestre artesão ou músico 

Sayyid

Palavra persa que significa “senhor” ou “mestre”. Sobrenome usado pelos descendentes do profeta Maomé

Pensamentos finais

As convenções de nomenclatura persas são tão diversas quanto sua longa história cultural. Os sobrenomes começaram como nomes próprios com afixos indicando coisas como laços familiares ou origem geográfica de uma pessoa. Com o passar do tempo, coisas como comércio e guerra também tiveram uma forte influência na língua e na cultura, dando origem a novos nomes. 

Se você está interessado nos significados dos sobrenomes iranianos ou procurando nomes de bebês persas, pode ter certeza de que eles têm significados profundos e uma história incrível. 

Postagens Relacionadas