Logotipo do Blog do Centro de Restauração de Imagens

Como encontrar e ler registros de óbitos em ferrovias

A história americana é rica com o desenvolvimento das ferrovias, que desempenharam um papel crítico no transporte e no comércio. No entanto, os acidentes foram uma consequência infeliz dessa indústria em expansão, com muitas famílias perdendo entes queridos em incidentes ferroviários. 

Para os descendentes do falecido, encontrar informações sobre seus parentes pode ser um desafio, especialmente se o incidente aconteceu há muito tempo. Este artigo irá orientá-lo sobre como encontrar parentes que morreram em acidentes ferroviários, os diferentes tipos de registros disponíveis e como acessá-los.

Ferrovia

Diferentes tipos de registros de óbito em ferrovias

Existem diferentes tipos de registros de óbitos ferroviários para saber como seu ente querido morreu no caminho.

Relatórios do legista

Nos casos em que a morte resultou de um acidente ferroviário, a jurisdição da cidade pode ter elaborado um relatório do legista. Esses relatórios descrevem a causa e a forma da morte, a condição da vítima no momento do acidente e quaisquer fatores contribuintes.

Dependendo do seu estado, os relatórios do legista podem não estar acessíveis ao público. Nesse caso, você pode ter que solicitar a abertura desses registros.

REGISTROS DE EMPREGADOS

Se seu parente trabalhou para uma empresa ferroviária, você pode acessar as informações por meio de seus registros de funcionários. Embora estes documentos documentem acidentes e incidentes, eles podem não fornecer detalhes abrangentes sobre a morte de seu ente querido.

Se você ainda não conseguir encontrar nenhuma informação, também pode entrar em contato com testemunhas vivas.

Registros legais

Nos casos em que acidentes ferroviários levaram a ações judiciais e outros procedimentos legais, você pode encontrar esses documentos com o governo local.

Artigos de jornal

Embora não seja uma recontagem “oficial” do acidente, os artigos de jornal podem fornecer contexto para os incidentes e podem até listar quaisquer testemunhas envolvidas.

registros

Onde acessar os registros de morte da ferrovia

Você encontrará registros de mortes em ferrovias nas seguintes fontes.

Administração Nacional de Arquivos e Registros (NARA)

O NARA tem uma extensa coleção de registros que remontam ao início da indústria ferroviária. Esses documentos incluem relatórios de acidentes, listas de funcionários e informações sobre milhares de empresas ferroviárias. Felizmente, muitos desses registros mais antigos agora estão acessíveis online para leitura pública.

Arquivos do Estado

Você pode consultar os arquivos do estado se não encontrar o que procura no NARA. Os arquivos do estado normalmente têm relatórios de acidentes, relatórios do legista e outros registros legais relacionados à indústria ferroviária.

Arquivos da Companhia Ferroviária

Outra opção para saber mais sobre mortes na ferrovia é entrar em contato com a empresa ferroviária com a qual seu parente estava envolvido. Se você não conseguir acessar os registros da própria empresa, poderá encontrar documentação mais antiga em sociedades históricas ou museus.

Recursos online

Sites como AscendênciaDNA, Pesquisa familiar, e a Biblioteca do Congresso pode fornecer registros digitais sobre familiares falecidos.

Como acessar os registros de óbito da ferrovia

O acesso aos registros de óbitos ferroviários pode depender de vários fatores, como o período e o local do incidente, bem como a agência ou organização responsável pela manutenção dos registros. Outros fatores que podem dificultar o acesso aos registros de óbitos ferroviários incluem o seguinte:

  • Leis de privacidade, como se os familiares imediatos do falecido solicitarem que os registros de óbito de seus entes queridos sejam mantidos selados
  • Danos e perda de documentos ao longo do tempo
  • Cadeias de custódia quebradas, durante as quais a morte não foi registrada

Se você se esforça para encontrar registros online ou pessoais acessíveis, considere trabalhar com um pesquisador profissional. Esses profissionais podem acessar sistemas de manutenção de registros confidenciais, como auxílios e índices.

Além disso, os profissionais têm o conhecimento e a experiência para interpretar esses registros para você, conectando os pontos de maneiras que você talvez não tenha percebido.

Ferrovia

Como Ler Registros de Óbitos em Ferrovias

Agora que você tem acesso aos registros de óbitos ferroviários, é hora de lê-los e interpretá-los. 

Fazer isso pode ser desafiador, pois esses documentos geralmente usam terminologia complexa específica do setor. Use estas dicas para analisar os registros coletados.

Familiarize-se com as palavras relacionadas ao setor

Algumas palavras que você deve saber incluem o seguinte:

  • Frota de trens: Veículos ferroviários (por exemplo, locomotivas, vagões de passageiros, vagões de carga)
  • Descarrilamento: Quando um trem sai dos trilhos
  • Acoplamento: A conexão entre os veículos ferroviários
  • Sinal: Usado para comunicar informações sobre as posições do trem
  • Freio: Um indivíduo responsável por controlar a velocidade do trem e pará-lo quando necessário

Datas e locais de observação

A referência cruzada de datas e locais específicos pode fornecer contexto sobre as circunstâncias do acidente. Por exemplo, se algum trem próximo sofrer um descarrilamento semelhante, pode ser seguro presumir que algo estava errado com os trilhos ao redor dessa área.

Liste todos os indivíduos envolvidos

Os registros ferroviários podem incluir informações sobre os indivíduos envolvidos no incidente, como seus nomes, idades, ocupações e endereços. Você pode usar essas informações para se conectar com familiares sobreviventes que possam saber sobre o incidente.

Comparar com recursos adicionais

Às vezes, as informações que você encontra podem precisar de mais contexto ou detalhes específicos. Em caso afirmativo, compare esses registros de óbito com outros recursos, como recortes de jornais, relatos históricos e registros judiciais.

Conclusão

Em última análise, os registros de mortes em ferrovias fornecem uma janela para a história frequentemente negligenciada de acidentes de transporte e seu impacto sobre indivíduos e comunidades. Além disso, eles podem fornecer um fechamento muito necessário para os membros da família que nunca souberam das circunstâncias da morte de seus entes queridos.

Compreender os tipos de registros disponíveis, sua terminologia e os recursos para acessá-los também oferece amplos benefícios aos pesquisadores. Esses profissionais podem avaliar melhor os perigos e desafios das viagens e transportes ferroviários ao longo da história. Quer sejam acessados pessoalmente ou online, os registros de óbitos ferroviários oferecem uma ferramenta valiosa para revelar e preservar esse aspecto crítico de nosso passado compartilhado.