Logotipo do Blog do Centro de Restauração de Imagens

Como você descobre se alguém era maçom?

A Maçonaria despertou a curiosidade de muitas pessoas devido à sua história misteriosa e rituais enigmáticos. Mas sua natureza secreta muitas vezes nos deixa imaginando se nossos ancestrais, familiares ou mesmo amigos faziam parte dessa antiga irmandade. 

Desvendar os segredos e decodificar os símbolos ocultos da Maçonaria não é tarefa fácil, mas com uma abordagem sistemática, podemos desvendar indícios dessa prestigiosa afiliação. Neste artigo, mostraremos métodos para encontrar pistas que podem ajudá-lo a determinar se alguém era maçom.

salão maçom's

O que é Maçonaria?

A Maçonaria é uma organização classificada como uma fraternidade cujas origens remontam a centenas de anos. É uma sociedade de homens que se reúnem para se engajar em atividades filosóficas, morais e sociais. A Maçonaria não é uma instituição religiosa ou política, mas sim uma irmandade que enfatiza certos valores, como desenvolvimento pessoal, valores morais e trabalho de caridade.

As origens exatas da Maçonaria são incertas, pois tem raízes em várias tradições históricas e filosóficas. As primeiras fundações da fraternidade maçônica foram influenciadas pelas guildas de pedreiros, responsáveis pela construção de catedrais medievais e outras estruturas de pedra. Com o tempo, a Maçonaria evoluiu para uma sociedade mais privada para profissionais com ideias semelhantes.

A Maçonaria tem uma longa história e atraiu membros de várias profissões, origens sociais e crenças religiosas. Ao longo de sua existência, a Maçonaria esteve associada a muitas figuras notáveis, incluindo muitos políticos, intelectuais, artistas e cientistas proeminentes. Com todos esses membros ilustres, a organização da Maçonaria fez grandes contribuições para a sociedade em diferentes campos.

Você deve ter em mente que a Maçonaria é uma organização privada e suas atividades geralmente são conduzidas a portas fechadas. Embora alguns aspectos da Maçonaria sejam públicos, muitos de seus trabalhos e rituais internos permanecem privados e acessíveis apenas a seus membros.

Compreendendo a Hierarquia da Maçonaria

Se você deseja descobrir se alguém com quem você se relaciona é ou foi maçom, primeiro você precisa entender sua hierarquia. Isso é para que você saiba onde procurar informações sobre seu parente.

A unidade básica da Maçonaria hoje é a loja maçônica, que é um capítulo local onde os maçons se reúnem para reuniões, rituais e companheirismo. Cada loja maçônica recebe um número e um nome de loja, geralmente inspirados por uma localização geográfica ou uma figura maçônica proeminente. As Lojas operam sob a jurisdição de uma Grande Loja ou de um órgão governamental semelhante.

Uma Grande Loja serve como a mais alta autoridade governamental para a Maçonaria dentro de uma jurisdição específica, geralmente em nível nacional ou regional. Ele define os padrões, regras e rituais para qualquer loja maçônica sob sua jurisdição. Em alguns países, uma Grande Loja Unida supervisiona as lojas em todo o país.

Algumas Grandes Lojas têm sites ou outras formas de contatá-los para obter informações sobre a organização. Por exemplo,  A Grande Loja dos Antigos Maçons Livres e Aceitos da Carolina do Norte tem uma página inicial que abriga uma tonelada de recursos educacionais sobre a Maçonaria e a história da Grande Loja.

Em muitos casos, sua loja local possui registros de membros que remontam a muito tempo, embora a maioria dos registros mais antigos tenha sido perdida no tempo, desastres naturais ou apenas descuido humano. Uma Grande Loja deve ter um registro mais completo dos maçons que estavam sob sua jurisdição, embora você precise enviar uma solicitação mais formal se quiser perguntar a uma Grande Loja.

antigo salão

Como saber se alguém era maçom

Determinar se um parente era maçom pode ser um desafio, especialmente se eles não divulgaram sua filiação ou deixaram para trás qualquer documentação explícita. No entanto, aqui estão algumas etapas que você pode seguir para investigar sua possível afiliação:

  1. Procure símbolos ou regalias maçônicos: Pesquise os pertences de seu parente, como joias, roupas, objetos pessoais ou lembranças. Procure itens que exibam símbolos maçônicos, como o esquadro e o compasso ou a letra “G”. Os trajes maçônicos, como aventais, golas ou faixas, também podem ser guardados entre seus pertences.
  2. Examine seus documentos pessoais para documentos maçônicos: Verifique os documentos pessoais de seu parente, como diários, diários, cartas ou certificados, para quaisquer referências à Maçonaria. Procure correspondência com lojas maçônicas ou convites para eventos maçônicos.
  3. Investigue o local do enterro: Os maçons geralmente têm ritos funerários e tradições distintas. Visite o cemitério onde seu parente está enterrado e procure por quaisquer símbolos ou emblemas maçônicos em sua lápide. As organizações maçônicas também podem ter seções específicas dentro de cemitérios designados para maçons.
  4. Consulte familiares e amigos: Entre em contato com outros membros da família, amigos próximos ou conhecidos que possam ter conhecido bem seu parente. Pergunte se eles têm algum conhecimento ou lembrança do envolvimento de seu parente com a Maçonaria. Às vezes, membros da família ou amigos próximos podem ter conhecimento de sua associação.
  5. Entre em contato com as lojas maçônicas locais: Entre em contato com as lojas maçônicas locais na área onde seu parente morava ou costumava passar o tempo. Explique sua situação e forneça todos os detalhes relevantes sobre seu parente falecido, como a cidade de seu parente, condado, as datas em que ele residiu naquela área e quando você acha que ele se tornou maçom. Lojas individuais podem ajudá-lo verificando seus registros de membros e registros maçônicos para ver se seu parente era realmente um maçom. Felizmente, as lojas maçônicas estão acostumadas a receber pedidos de genealogistas sobre a história familiar de alguém. Algumas Grandes Lojas têm um Formulário de Contato configurado especificamente para esses tipos de solicitações.
  6. Pesquisar registros genealógicos: Explore recursos genealógicos, como bancos de dados online, arquivos históricos ou registros públicos, para ver se há alguma menção à afiliação de seu parente com a Maçonaria. Alguns sites e serviços genealógicos podem fornecer informações sobre associações maçônicas, conexões ou outros registros. Se você acredita que seu parente fazia parte de uma loja próxima, você pode descobrir sobre a associação dele pesquisando na biblioteca local.

Lembre-se de que as lojas maçônicas valorizam a privacidade e podem ter restrições quanto ao compartilhamento de detalhes de associação. Eles provavelmente priorizarão questões de privacidade e podem exigir prova de seu relacionamento com o falecido antes de fornecer qualquer informação. É sábio respeitar suas políticas e procedimentos ao longo de sua investigação.

Principais conclusões

No reino da Maçonaria, descobrir a verdade sobre a afiliação de alguém é um esforço desafiador. No entanto, se você entrar nessa jornada com paciência e persistência, descobrir a conexão de seu familiar com os maçons pode aprofundar sua apreciação e compreensão tanto por seu parente quanto pela organização como um todo.